segunda-feira, 10 de julho de 2017

COMO VOCÊ INTERPRETA?! – XVI
 
Para estudar e aprender, ninguém deve ter pressa – não raro, apenas uma única verdade que se apreende amplia-nos, significativamente, os horizontes da compreensão. Aqui, também, pode ser aplicada a lição de Jesus, quando ensina: “Porque a todo o que tem se lhe dará, e terá em abundância...”
No capítulo 26, intitulado “Novas Perspectivas” –, do livro “Nosso Lar” –, ao qual já nos referimos anteriormente, em seu último paragrafo, André Luiz anotou: “As Câmaras de Retificação estão localizadas nas vizinhanças do Umbral. Os necessitados que aí se reúnem não toleram as luzes, nem a atmosfera de cima, nos primeiros tempos de moradia em ‘Nosso Lar’.” 
As chamadas “Câmaras de Retificação”, conforme o autor espiritual esclarece no próximo capítulo, o de número 27, constituem um verdadeiro hospital: “Era uma série de câmaras vastas, ligadas entre si e repletas de verdadeiros despojos humanos.” Pertencentes ao Ministério da Regeneração, as “Câmaras” nada mais eram – como nada mais são! – que extensos pavilhões abrigando centenas e centenas de enfermos do espírito, recém-desencarnados.
O Ministério da Regeneração, segundo explicações de Lísias a André Luiz, é aquele que mais se liga à Crosta Terrestre, ficando logo abaixo, “hierarquicamente”, do Ministério do Auxílio. Veneranda, à época, era um dos doze ministros do Ministério da Regeneração. André Luiz, ao ser “resgatado do Umbral”, foi diretamente acolhido no Ministério do Auxílio, onde, hospitalizado, passou a ser tratado pelo Dr. Henrique de Luna. Clarêncio era Ministro do Auxílio. 
Mas, o que pretendemos em nosso presente arrazoado é procurar entender a palavra de Tobias a André, quando o convida a “descer”, a fim de visitar as “Câmaras de Retificação”: “Depois de extensos corredores, deparou-se-nos vastíssima escadaria, comunicando com os pavimentos inferiores.” – construídos, por assim dizer, no “subsolo” do Mundo Espiritual!
Cotejando capítulos, depreende-se, das narrativas de André, que a cidade de “Nosso Lar” não é uma cidade exatamente “plana”, que exista sem qualquer ligação geográfica, ou territorial, com os Planos Inferiores do Mundo Espiritual, ou, em outras palavras, sem qualquer ligação com o denominado “Umbral Grosso”. 
“Nosso Lar”, embora localizada em região superior, é uma “cidade umbralina” – assim como a Terra não possui topografia homogênea, possuindo uma imensa variação, inclusive, climática, e de fertilidade de seu solo, o Mundo Espiritual imediato, que é um Planeta, é constituído por territórios mais um menos acidentados. Sobre a Terra, embora a beleza de regiões que nos parecem inóspitas, como comparar-se, no Brasil, por exemplo, as caatingas do semiárido nordestino com os vales férteis existentes nos Estados do Sul?! Quanta diversidade entre a Antártida, o Saara e a Amazônia! Podemos dizer que se o Umbral fosse a Terra, o denominado “Umbral Grosso” seria no “Saara”, localizado no norte da África – o segundo maior “deserto” do mundo, embora de gelo, é a Antártida, com catorze milhões de quilômetros quadrados!
Bem, continuemos.
André Luiz, ao escrever “Nosso Lar”, necessitou lançar mão de certos expedientes literários, pois, caso contrário, teria fugido ao objetivo de nos transmitir – à época, não se esqueçam, eu me encontrava encarnado na Terra –, apenas e tão somente informações iniciais (e, depois de 160 anos da Codificação, continuam apenas iniciais) a respeito da Vida no Mundo Espiritual! Então, os “extensos corredores” que, na companhia de Tobias, ele percorreu, e a “vastíssima escadaria” que desceu, são, em verdade, mais que “corredores” e “escadarias” – tal distância não poderia ter sido cumprida a pé!
Em nossos próximos estudos, pretendemos prosseguir explorando a questão da topografia do Mundo, ou Planeta Espiritual. Se a Terra possui uma área de 510.100.000 km², digo-lhes que, com uma população bem maior, o Umbral, incluindo todas as suas sub-Dimensões, ocupa uma área, aproximada, de 1.500.000.000 km². Aliás, temos uma proposta: que tal mudarmos o nome de “Umbral”, com o qual, genericamente, se denomina todo o Mundo Espiritual mais próximo?! Que nome pouco simpático – “Umbral”! Não, não somos nós, os desencarnados, habitantes do “Umbral” – somos habitantes da Terra Espiritual! Vamos deixar o termo “Umbral” apenas para designar a sub-Dimensão, na qual, rente à Crosta, respiram milhões de recém-desencarnados?! O “Umbral” é por aí mesmo, nas vizinhanças da Crosta, e não por aqui! Afinal, “umbral” significa apenas “limiar” – não se traduz por espaço a ser, anteriormente ou posteriormente, ocupado. “Umbral” é fronteira – não é país, e muito menos planeta! Quem não concordar com a nossa proposta, agradecemos caso tenha a bondade de nos apresentar outra. “Umbral” está mais para “Purgatório”, do que para Mundo Espiritual!...
 
INÁCIO FERREIRA
 
Uberaba – MG, 10 de julho de 2017.

26 comentários:

  1. Bom dia Dr Inácio e Baccelli!!

    Nossa fiquei impressionado com a dimensão geográfica do Umbral!!
    Muito obrigado pelos ensinamentos!!

    Excelente dia e semana para todos nós!!
    Fiquemos com o BOM DEUS!! \O/

    Carlos A. Gomes

    ResponderExcluir
  2. Aécio Emmanuel César10 de julho de 2017 05:03

    Bom dia Dr. Inácio e Baccelli. Se não fosse o Umbral em nossas vidas, estaríamos realmente perdidos, assegurando tão somente o purgatório difundido pela Igreja. Mas graças a Deus sendo ou Umbral ou Purgatório é nesse local que despimos as nossas ilusões. Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  3. Quanta coisa tenho aprendido com o dr. Ferreira!! Deus o abençoe.

    ResponderExcluir
  4. Quanta coisa tenho aprendido com o dr. Ferreira!! Deus o abençoe.

    ResponderExcluir
  5. Bom Dia Dr. Inácio e Baccelli. Excelente estudo desta manhã. As dimensões se inter - penetram, há os ¨Buracos de minhoca¨ da física quântica. Questões de leis universais. Somos todos habitantes do universo dos espíritos caídos na matéria, uns habitam planetas melhores como Júpiter e outros ainda serão convidados a habitar os mundos em formação. Vaidade a parte, somos farinha do mesmo saco, no umbral ou fora dele. Bjs em ti e no Baccelli. Pascale

    ResponderExcluir
  6. OLÁ,QUERIDOS DR.INÁCIO E DRBACCELLI!!!!ÊTA MUNDÃO GRANDE DE NOSSO DEUS,HEIN"?EXISTEM MUUUITO MAIS COISAS ENTRE O CÉU E A TERRA DO QUE SUPÕE NOSSA VÃ FILOSOFIA" !!!!TEMOS QUE TOMAR CUIDADO PORQUE ESTAMOS TRANSFERINDO A CONCEPÇÃO CATÓLICA PARA O ESPIRITISMO:O UMBRAL É IMAGINADO COMO O INFERNO.LEMBRAM DA NOVELA " A VIAGEM" ?O UMBRAL ERA UM BARRANCO ESCURO COM GENTE SE CONTORCENDO E O "CÉU " ERA UM CAMPO DE GOLFE TOTALMENTE PLANO COM UM PESSOAL DE ROUPAS ESVOAÇANTES EM TOTAL OCIOSIDADE. O PERSONAGEM DO ANTÔNIO FAGUNDES SÓ FICAVA DEITADO NA GRAMA, PENSADO NA SUA AMADA INTERPRETADA PELA ATRIZ CRISTIANE TORLONI. O PLANETA ESPIRITUAL É UM PLANETA E OS SEUS HABITANTES SÃO GENTE!!!!GENTE TRABALHA,COME,DORME,VAI AO BANHEIRO ETC.COMO SOMOS ORGULHOSOS!!!!ESTAMOS NO INÍCIO DA ESCALA EVOLUTIVA E QUEREMOS NOS LIVRAR DA CONDIÇÃO HUMANA, ACHANDO QUE PODEMOS DESENCARNAR E SER COMO JESUS QUE NÃO TEM MAIS NENHUMA DESTAS NECESSIDADES. SÓ ,É CLARO, A NECESSIDADE DE TRABALHAR PELO BEM,QUE PRA ELE É PRAZER E NÃO UMA OBRIGAÇÃO,COMO É PARA A MAIORIA DE NÓS.COMO SEMPRE DIZIA JÔ SOARES EM SEU TALK SHOW :"EU NÃO ME SURPREENDO COM MAIS NADA!"QUANDO EU CHEGAR NO PLANETA ESPIRITUAL,PRETENDO ENCARAR TODAS AS NOVIDADES NUMA BOA E, SE POSSÍVEL, ESCREVER SOBRE ELAS.ABRAÇÃO SEMANAL DA ANA LÚCIA GOBBI!!!!!@]--´----

    ResponderExcluir
  7. Sempre trazendo bons ensinamentos!

    ResponderExcluir
  8. A que altitude se encontra NOSSO LAR, Dr Inacio? Há muitas controvérsias sobre esse assunto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Roberto Marinho Falcão (10-07-2017 08:17). Permita-nos auxiliar, embora não estejamos especificamente indicados pelo Dr. Inácio Ferreira (IF) a responder por ele e/ou pelo médium C.A.B. Até prova em contrário, apesar das "...muitas controvérsias sobre esse assunto.", conforme você mencionou, o livro "Cidade no Além" (IDE, 1ª edição, out 1983), escrito sob a orientação de Francisco Cândido Xavier (1910-20002), André Luiz, Lucius e Heigorina Cunha (1923-2013), no capítulo IV - Localização de 'Nosso Lar' - Esferas Espirituais, indica uma possível explicação: "...Nessa terceira esfera se localiza a cidade de 'Nosso Lar', num ponto situado sobre a cidade do Rio de Janeiro com uma altura que não podemos definir, mas que se encontra na ionosfera..." Consultando-se a enciclopédia Wikipedia, observa-se que a ionosfera "se localiza entre 60 km e 1000 km de altitude e é composta de ions, plasma e devido à sua composição, reflete as ondas de rádio até aproximadamente 30 MHz..." Esclarece, também, que ela é dividida em camadas D, E, F1 e F2, bem como outras características que podem ser refinadas (ampliadas, melhoradas, etc...). Quanto às controvérsias existentes, acreditamos que sejam naturais e referentes ao modo de ver de cada um de seus defensores. Bem, perguntar-se-á: - "Se 'Nosso Lar' está numa dessas camadas ionosféricas, então por que ainda não foi realmente identificada pelos aparelhos construídos pelo homem (cientista, Espírito, mente, pessoas, criaturas, etc.)? Uma possível resposta a esta pergunta é que nós, seres humanos, ainda não compreendemos muito bem todas as nuances que a matéria apresenta entre a forma de manifestação dela até alcançar ao estado de energia plena, pura, motivo pelo qual a Ciência está adentrando gradualmente ao estudo da Física da Antimatéria. Um exemplo disto é o artigo "Scientists get first direct look at how electrons 'dance' with vibrating atoms" (06-07-2017 - em tradução livre "Cientistas observam pela primeira vez como os elétrons 'dançam' como átomos vibrantes"). Este artigo foi fundamentado na revista científica "Science" nº 6346, vol. 357, de 07-07-2017, páginas 71-75, de Simon Gerber et al. Conclusão lógica: se esses elétrons foram vistos pela primeira vez neste atual século XXI de avançadas tecnologias, então é porque as explicações aproximadas precisavam ser refinadas. Portanto, até prova em contrário, é prudente aguardarmos melhores orientações aproximadas e coletivas dos Amigos Espirituais sobre esse ou aquele fenômeno espiritual natural. Recordemos que a "natureza não dá saltos" (Gottfried Wilhelm Leibniz, 1646-1716 e outros orientadores). Perdoe-nos se não alcançamos a explicação desejada. Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo!!!

      Excluir
    2. Agradecido pelas informações.
      Não tenho dúvidas sobre a dificuldade dos cientistas atuais poderem ver as cidades astrais, uma vez que o conhecimento sobre as leis naturais é muito pequeno ainda.
      O Prof. Laércio Fonseca, astrofísico e médium, estima que NOSSO LAR esteja a cerca de 500 km de altitude.
      A minha curiosidade tem origem nas narrativas de alguns espíritos, que dão conta de que, algumas vezes, as distâncias da cidade espiritual até a crosta são vencidas a pé. Acredito eu que, nesses relatos, se tenha usado sentido figurado, pois, mesmo para um desencarnado, vencer distâncias de várias dezenas ou centenas de km a pé seria um contra-senso.

      Excluir
    3. Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Roberto Marinho Falcão (11-07-2017 11:10) Agradecemos a gentileza de suas palavras! Porém, permita-nos corrigir a frase "...a orientação de Francisco Cândido Xavier (1910-20002)..." para "....(1910-2002)...". Participe sempre contribuindo com as suas observações! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo!!!

      Excluir
    4. Boa Tarde!! Na paz!! Tá tudo certo!. Irmão, Cadin-Piri. Mais uma vez, excelente, suas elucidações!!!. sem medo de errar: acredito aqui, ficamos todos, semanalmente , na expectativa das Msg de Inácio e em seguida , suas elucidações as nossas indagações, trazendo, conhecimento e cultura , numa "cumplicidade" entre , CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE!!. Devolvo-lhe sempre, o abraço fraternal, que nos dirige!!!. muita paz!! a ti!!.

      Excluir
    5. Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Roberto Marinho Falcão (11-07-2017 11:10). Você escreveu "...A minha curiosidade tem...vencer distâncias de várias dezenas ou centenas de km a pé seria um contra-senso." Possivelmente, você teria lido "Os Mensageiros" (FEB), de André Luiz (AL), capítulos 14 - Preparativos e 15 - A viagem. No final do 14, AL psicografou "...Éramos vulgares,...Possuíamos apenas alguns princípios de volitação; contudo, permanecíamos muito distantes do verdadeiro poder." [o poder de volitar, volitação]. Por quê AL e outros em "Nosso Lar" não poderiam volitar? Simplesmente porque o perispírito (ou corpo espiritual) ainda não adquirira a leveza necessária para que o Espírito imortal (Espírito + perispírito) "voasse" corretamente no mundo imponderável ou Mundo Espiritual invisível. Esse assunto "Volitação" é explicado por Inácio Ferreira em "Espírito é Gente!" (LEEPP, 1ª edição, out 2014), capítulos 4 e 36. Em "O Livro dos Médiuns", item 74, pergunta 12, temos um interessante esclarecimento de Allan Kardec. Retornando ao "Os Mensageiros", AL escreveu, no capítulo 15: "Depois de empregarmos o processo de condução rápida, (...). Aniceto percebeu... - Será conveniente utilizarmos a locomoção..." Perguntar-se-á: - Por que AL e Vicente não poderiam volitar? AL explica "...O firmamento..., mas Vicente e eu fazíamos enorme esforço para acompanhá-lo..." [o instrutor Aniceto]. Um exército, uma companhia, um pelotão movimentam-se numa região inóspita, hostil, sem ter treinado a locomoção a pé (ou outros meios) e conhecer bem o terreno? Parece-nos que este grupo de seres espirituais encarnados não agem incorretamente treinando uma marcha a pé para vencer distâncias A, B ou C. Antes de realizar a excursão à Crosta terrestre, Aniceto, como bom orientador, preparou AL e Vicente para essa tarefa. Portanto, até prova em contrário, não ocorreu um "...contra-senso...". Em várias de suas obras, a equipe espiritual em torno do médium C.A.B referem-se a essa questão de volitação. Não descartamos a possibilidade de estar enganados. Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo!!!

      Excluir
  9. OLÁ DR.INÁCIO E DR.BACCELI!!!!REALMENTE ESTAMOS MUUUITO LONGE DE TER NOÇÃO DE TUDO QUE NOS ESPERA APÓS O DESECARNE!!!!A GENTE SE ILUDE ACHANDO QUE SEREMOS RECEBIDOS COMO ESPÍRITOS DE GRANDE EVOLUÇÃO,QUE NÃO TEREMOS NECESSIDADES FISIOLÓGICAS,QUE VAMOS FICAR NUM CAMPO PLANINHO ,DEITADOS,VESTINDO ROUPAS ESVOAÇANTES,COMO AS NOVELAS COSTUMAM MOSTRAR.MAS " O BURACO É MAIS EMBAIXO",NÉ?VAMOS "DESEMBARCAR" NUM PLANETA ONDE TEREMOS QUE TRABALHAR,ONDE PODEREMOS FICAR DOENTES,ONDE COMEREMOS,BEBEREMOS,DORMIREMOS E ATÉ PODEREMOS FAZER SEXO!!!!!É BOM DEMAIS PARA QUEM GOSTA DE VIVER E UMA TRAGÉDIA PARA QUE ESPERA O DESCANSO ETERNO.CONHECEREMOS UM PLANETA COM COLINAS,PLANÍCIES,FLORES,RIOS,MARES E MUUUITO MAIS.QUE BELEZA!!!!EU ,DE MINHA PARTE, PRETENDO CONHECER O LICEU, O HOSPITAL DOS MÉDIUNS E O PESSOAL TODO QUE TRABALHA COM VOCÊS.ME AGUARDEM!!!!ABRAÇÃO DA ANA LÚCIA GOBBI!!!!!@}---´----

    ResponderExcluir
  10. Sabe Dr. Inácio, nessas interpretações que o senhor tem feito, eu só chego a uma conclusão, e que todos deveriam chegar: "COMO DEUS É BOM", não é mesmo?
    Abraços da Ministra Veneranda, que está reencarnada.

    ResponderExcluir
  11. Cada vez que me deparo com a leitura sinto a ternura e o cuidado de dr Inácio, para conosco, como àquele que deseja tornar menos penosa nossa passagem entre mundos, bem como esclarecer, ou melhor desmistifiar algo que para nossa condição parca de entendimento por vezes se torna preconceito. Amo ler seus postulados, por Carlos Bacelli, a quem admiro. O estudo de Nosso Lar, é literalmente a reminiscência de um passado que precisa ser exercitado. Gostaria que na CASA Espírita que trabalho tivesse mais amplitude no sentido de compreender temas que não são polêmicos, são tabús para muitas pessoas. Obrigada pelo ensinamento. Reconheço que estamos estudando Nosso Lar, mas quando for possível fale alguma coisa sobre a questão da Homossexualidade e Trangenero, pois já li sobre as suas explanações sobre sexo na espiritualidade e gravidez em outro plano, e creio nessa possibilidade de seu ensinamento. Abraços Fraternos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia!! na paz!! tá tudo certo!!. Denise Lombardi. Suas observações, são comuns a mim também! Quando faz menção "Gostaria que na CASA Espírita que trabalho tivesse mais amplitude no sentido de compreender temas que não são polêmicos, são tabus para muitas pessoas" . Muitas dificuldades com relação a "discutir" temas relacionados aos que Dr. Inácio Ferreira e seu pensamento. Eu, particularmente, tenho muita Ansiedade a que meus amigos de doutrina, adquiram as comungações de aprendizados que obtenho com "velho" Inácio. Mas, existe uma certa "RESISTÊNCIA" quando se toca no nome Inácio Ferreira!. É unanime, que todos o conhecem, mas, se "CALAM" quando buscamos uma conversa relacionado a ele. Parece-me que, TRAVA!!!. sendo que, muito pelo contrario, vejo o tanto que eu mesmo tenho adquirido por intermédio desse "veio". Tudo bem, que tô ficando, MENOS "tolerante" e MAIS ranzinza, kkkkkkkk, dai, eu fico forçando, para impor, no entanto,não tenho a habilidade da doçura nas palavras, e assim, me torno uma pessoa de companhia indesejada, dou meus "recados", mas, não encontro contra-partida dos conviventes de doutrina. O mais incrível é que, consigo melhor receptividade com aqueles que não se dizem "espiritas" , pode isso!!??? talvez , porque tô ficando "veio"também! kkkkkk. Fato é que, a meu ver, se as casas espiritas - principalmente os Médiuns Ostensivos - ( aos quais tenho Inácio como patrono) - dessem mais atenção aos ESTUDOS relacionados as DICAS de Inácio Ferreira. Não tenho duvidas, o Espiritismo se transformaria RADICALMENTE!!. Mas, como dizem os UNIVERSITÁRIOS, " nada na vida da saltos", vou tentando controlar minha ansiedade e aguardar o momento exato!!. que não duvido, também chegará!!. Bezerra de Menezes ( medico dos pobres) ; Inácio Ferreira ( medico - psiquiatra - dos Médiuns)

      Excluir
    2. Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Denise Lombardi (10-07-2017 19:29). Você escreveu "...quando for possível fale alguma coisa sobre a questão da Homossexualidade e trangenero..." Permita-nos auxiliar, embora não estejamos autorizados pelo Dr. Inácio Ferreira (IF) e/ou pelo médium. No livro "Dr. Inácio em Gotas" (LEEPP, 1ª edição, jun 2017), item "Homossexualidade", lê-se: - O que o senhor acha do homossexual?! - inquiriram-me. Respondi: - O mesmo que eu acho do heterossexual, do bissexual, do transexual..." (página 189). Em "Paz de Espírito" (LEEPP, 1ª edição, fev 2017), capítulo 34 - Homossexualidade, IF psicografou sua opinião sobre esse assunto. Na literatura espírita, você pode ler a obra "Transexualidade sob a ótica do Espírito imortal" (AME, 1ª edição, 2017), de Andrei Moreira. Leiamos "Mediunidade & Sexualidade" (Boa Nova, 1ª edição, nov 2012), de Odilon Fernandes/Carlos A. Baccelli. Navegue em "Vida e Sexo" (FEB, 1ª edição, 1970), de Emmanuel/Chico Xavier, capítulos 5 - Energia sexual, 20 - Controle sexual, 21 - Homossexualidade, 24 - Carga erótica, 25 - Sexo e religião e 26 - À margem do sexo. De vez em quando, a imprensa publica artigos sobre a situação angustiante dos transgêneros e o desafio de enfrentar o preconceito existente na sociedade. Boa leitura! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo!!!

      Excluir
  12. Bom dia dr Inácio e Baccelli
    Ótima semana a todos
    Eu tb acho doutor que não devemos ter pressa...
    Como André Luiz relatou...muitos de nós ainda não suportamos a luz...
    Luz de esclarecimento..luz da verdade..
    Nos acomodamos tanto às nossas condições inferiores...que se tornou um hábito...
    Eu até acho que é isso o que acontece no umbral...
    Enxergar a verdade...ver a luz dá trabalho ne dr Inácio?
    Porque isso exige de nós...renúncia...abdicação..força de vontade..e especialmente abaixar a cabeça..(orgulho)...e reconhecermos que não sabemos nada..
    Acho que no fundo..no fundo...não precisa ter uma região umbralina...
    O umbral está dentro de nós...
    É a nossa ignorância quanto as leis De Deus..
    Somos teimosos...resistentes...queremos ter razão em tudo...somos os donos da verdade..não é mesmo?
    As nossas trevas...a nossa soberba..ofusca a nossa visão..
    Precisamos como o cego de Jericó..dizer à Jesus com sinceridade..*eu desejo ver*....
    Acho um bom nome *limiar*..
    Acho que a maior lição que André Luiz dá a todos nós sobre o umbral..é quando ele reconhece que precisa de ajuda..e pede ajuda..naquele instante a luz se faz..
    O reconhecimento de nossa inferioridade abre as portas para a compreensão..para o entendimento..e para a força de vontade..
    Paulo ensina porque aprendeu...que ontem éramos trevas..ontem éramos ignorantes...mas hoje somos luz..e precisamos aprender a andar como filhos da luz..
    Quantos kilometros de ignorância não é mesmo?
    Hoje no meu evangelho...Emmanuel disse uma frase marcante:
    * A compreensão..ganha humildade*...
    Nós já vivemos o umbral por aqui..dr Inácio..vivemos na erraticidade..sem um pingo de força de vontade para sermos pessoas melhores..
    Infelizmente ainda não conseguimos ser os cegos de Jericó...
    Ainda..por nosso orgulho..por escolha nossa..preferimos viver nas trevas de nossa própria ignorância..
    E assim..continuamos umbralinos por milênios...
    Precisamos acreditar piamente no que Jesus nos ensinou:
    *Vós sois a luz do mundo*..
    E desejarmos firmemente a aprender a andar como filhos Da Luz...como filhos Da Infinita Sabedoria...
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Dr. Inácio,queridíssimo, é bem ridículo e fere o intelecto espírita ouvir gente dizer que, quando desencarnar, não quer ir para o Umbral. Será que prefere o abismo ou as trevas? Sonha com a Esfera Arte Cultura e Ciência? Esqueceu, certamente, a veste nupcial, essa barreira electromagnética que retém cada um de nós no lugar próprio! Falta estudo, obviamente. Confirmo, sem titubear, a minha concordância com a sua sugestão. Umbral significando as zonas inferiores ou Umbral Grosso e Terra Espiritual nome atribuído quer ao Umbral médio quer ao Umbral fino. Que nos entendamos com as palavras, como os Espíritos algumas vezes nos sugerem: " É uma questão de palavras, com a qual nada temos. Começai por vos entenderdes mutuamente." Este é o grande segredo... Muito grata como sempre. Abraço carinhoso à equipa. Noémia

    ResponderExcluir
  14. Dr. Inácio, bom dia!

    Deus nos abençoe!

    Como interpretar, na prática, a orientação de Jesus, “crescei e multiplicai”, à luz do celibato e da monogamia?
    Abraço,

    Antonio Baracat

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Antonio Baracat (14-07-2017 00:00). Parece-nos que o livro "Filosofia Espírita", volume XIV, escrito por Fernando Miramez de Olivídeo pelo médium João Nunes Maia (1923-1991), capítulos 23, 30 a 36, poderá lançar algum esclarecimento sobre os temas que você questionou. Será que a expressão "crescei e multiplicai" não se encontra em Gênese 1:28, como sendo uma orientação de "Deus"? Pode ser que estejamos enganados! A leitura do livro indicado não anula a possibilidade de ir "Um Pouco mais Além", não é mesmo? Deus abençoe a você e a todos os que estiverem no seu campo de energia espiritual! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo!!!

      Excluir
    2. Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Antonio Baracat (14-07-2017 00:00). A fim de ampliar um pouco a sua pergunta, permita-nos sugerir a leitura do artigo "Os reais motivos pelos quais fazemos sexo" [24-08-2016 - Ciência - BBC Brasil.com - em tradução de "The real reasons why we have sex" (04-07-2016)], de Vivien Cumming. Lendo-o, encontra-se indicações interessantes para ir "Um Pouco mais Além" (ou não) do capítulo 6 - Evolução e sexo, da Primeira Parte de "Evolução em dois Mundos" (FEB), de André Luiz. Não incluímos essas sinalizações de leitura na nossa participação anterior porque não nos lembrávamos delas naquele momento. Porém, hoje, após o nosso café matinal espiritual, elas emergiram naturalmente (ou com auxílio direto ou indireto de A, B ou C)! Boa leitura! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo!!!

      Excluir
    3. Não entendi.

      Antonio Baracat

      Excluir
  15. Prezado Baracat, bom dia!

    Para os outros.Não para mim!

    ResponderExcluir