segunda-feira, 11 de junho de 2018




III – REFLEXÕES SOBRE O LIVRO “LIBERTAÇÃO” – ANDRÉ LUIZ/CHICO XAVIER

Nos primeiros parágrafos de sua preleção, o Ministro Flácus enfoca o tema da evolução da mônada, a partir do reino mineral:
“... a matéria mais densa não é senão o conjunto das vidas inferiores incontáveis, em processo de aprimoramento, crescimento e libertação”.
Adiante:
 “Cada espécie de seres, do cristal até o homem, e do homem até o anjo, abrange inumeráveis famílias de criaturas, operando em determinada frequência do Universo. E o amor divino alcança-nos, a todos, à maneira do Sol que abraça os sábios e os vermes”.
*
Espantosa a afirmação dos Espíritos Superiores a Kardec, na pergunta 597-a, de “O Livro dos Espíritos”: “(...) Há, entre a alma dos animais e a do homem, tanta distância, quanto entre a alma do homem e Deus”.
*
Quão longos são os caminhos da evolução!...
E o homem, lidando com a razão há quarenta mil anos, ainda revela em suas atitudes traços de animalidade. Não se pode dizer que o homem já tenha tomado completa posse de sua humanidade.
*
Mais adiante, Flácus aborda a questão da interdependência que vige entre todos os seres da Criação – interdependência não apenas física, mas também psicológica. Daí não nos ser atitude lícita e inteligente menosprezarmos que se movimentam na retaguarda evolutiva, pelos quais, sem dúvida, necessitamos nos sentir responsáveis – assim como Jesus Cristo sentiu-se e sente-se por nós outros.
O que seria da Humanidade Terrestre se o Cristo não tivesse vindo a até nós?! Com certeza, ainda desconheceríamos o que seja Amor – com A maiúsculo!
*
Flácus, em sua palestra, estava justificando o trabalho que os espíritos mais esclarecidos necessitam desenvolver em nome da solidariedade universal – preparando os espíritos que ali estavam presentes para as tarefas sacrificiais que os mais lúcidos devem abraçar em favor da libertação dos que se demoram nas faixas da ignorância.
*
Vejamos a sua consideração:
“Seres humanos, situados noutra faixa vibratória, apoiam-se na mente encarnada, através de falanges incontáveis, tão semiconscientes na responsabilidade e tão incompletas na virtude, quanto os próprios homens”.
Com tais palavras, ele nos induz a pensar que, até certo ponto, o chamado vampirismo é natural. Assim como o corpo humano é parasitado por milhares de vidas inferiores, em evolução, a mente humana também. Todavia, a questão não é a de “carregarmos” conosco mentes desencarnadas, necessitadas de esclarecimento – a questão é nos deixarmos possuir por elas, e, em vez de fazer com que cresçam consentir que elas nos façam estagnar em nossa caminhada.
Mediunidade generalizada!...
Notemos a importância da Doutrina Espírita que, em nos conscientizando de semelhante situação, nos prepara para melhor a facearmos.

INÁCIO FERREIRA

Uberaba – MG, 11 de junho de 2018.




13 comentários:

  1. Bom dia Dr.Inacio e Baccelli!!

    Excelente reflexão!!

    Gratidão!!

    Excelente dia e semana para todos nós!!
    Fiquemos com o BOM DEUS!! \O/

    Carlos A. Gomes

    ResponderExcluir
  2. Aécio Emmanuel César11 de junho de 2018 03:36

    Bom dia Dr. Inácio e Baccelli. Realmente a mediunidade é de grande responsabilidade principalmente de nós, os chamados espíritas porque já temos condições de compreender não a mediunidade mas sim como ela se apresenta no homem encarnado e desencarnado. Obrigado mais uma vez pelo estudo. Forte abraço a todos. Aécio Emmanuel César

    ResponderExcluir
  3. Bom Dia Dr. Inácio e Baccelli. Imenso laboratório é a vida no universo, onde ¨Nada se perde, nada se cria e tudo se transforma.¨ Deus é a inteligência suprema e onde achamos que se encontra o caos está o cosmos. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Cadichon Pirilampo11 de junho de 2018 05:21

    Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Dia do Meio Ambiente: 05 de junho! Reflitamos nos quatro primeiros parágrafos da comunicação semanal do Inácio Ferreira (IF), ilustrando-os com o artigo "Orangotango 'enfrenta' escavadeira e emociona internautas" (08-06-2018 16h31-16h41 - Notícias - Ciência - Sustentabilidade - Meio Ambiente - Estadão Conteúdo - Terra - www.terra.com.br). O artigo aponta que "A organização não-governamental (ONG) International Animal Rescue [IAR] postou um vídeo [datado de 2013] no Facebook que emocionou os internautas: um orangotango 'lutando' contra uma escavadeira para impedi-la de destruir uma floresta na Indonésia..." Essa atitude dessa nobre alma 'animal' ensine-nos a aplicar a escavadeira do autoconhecimento contra o nosso milenar comodismo de não querer avançar! Não deixem de visitar a página de "IAR" no Facebook!!! Leiamos também o artigo "Dia do Meio Ambiente alerta que é preciso pensar globalmente e agir localmente" (04-06-2018 14h32-14h36 - DINO - www.terra.com.br). Quando formos utilizar a água potável para lavar calçadas, não nos esqueçamos de ler a notícia "Falta de água afetará 5 bilhões de pessoas até 2050, diz ONU. Relatório é um dos destaques do 8º Fórum Mundial da Água" (19-03-2018 11h08-12h00 - Notícias - Ciência - Sustentabilidade - Meio Ambiente - www.terra.com.br) Ih! (um estalo mental repentino!). Sobre esta última notícia, André Luiz mencionou algo em "Nosso Lar" (FEB), capítulo 10 - No bosque das águas e IF escreveu vários artigos sobre o tema água no mundo espiritual! Esses temas mexem conosco (internautas), não é mesmo? Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (09:16)!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente colocação sobre o meio ambiente. Os filhos estão matando a mãe, e matricidas não tem um bom fim. Abraços.

      Excluir
  5. Muito a refletir...
    Boa semana à todos!
    Cirineu

    ResponderExcluir
  6. Bom dia meus amigos

    O problema não é a nossa inferioridade. O problema é o orgulho .

    Tudo e todos , no processo evolutivo, partem da inferioridade para chegar à condição de superioridade . Mas o orgulho nos faz supor ACIMA do patamar em que nos encontramos verdadeiramente. É uma ilusão que criamos a nosso respeito . E como é doloroso ter que se retirar dos "primeiros" assentos que nos apropriamos indevidamente e voltar a ocupar uma posição inferior , mas, que , simplesmente, é, de fato , o NOSSO LUGAR .

    Com exceção dos espiritos puros , superior e inferior é relativo .

    Até chegarmos no topo da "escada" , se olharmos para traz ou para frente e até para os lados veremos criaturas em evolução "caminhando" em direção da chegada .

    O orgulho nos faz supor em condição superior e o egoísmo impede que nos demos as mãos , em processo de ajuda mútua .

    Obrigado Dr Inácio! Precisamos ler e reler continuamente essas obras , até tomarmos consciência do "nosso lugar" , e , a partir dessa tomada de consciência, caminhar com segurança e sem ilusões .

    Fiquem com Deus

    ResponderExcluir
  7. Cadichon Pirilampo11 de junho de 2018 20:06

    Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! "Contaminação biológica". Mais uma vez, os parágrafos primeiros da comunicação do Inácio Ferreira (IF) permite-nos uma possível ampliação de horizontes mentais! Hoje, o site "Inovação Tecnológica" divulgou o artigo "Estudantes descobrem como micróbios contaminam naves espaciais" (11-06-2018 - Espaço - www.inovacaotecnologica.com.br). Nele, lemos que "...Apesar do uso de salas ultralimpas e procedimentos de extremo rigor, nossas naves, sondas e robôs espaciais continuam indo ao espaço levando uma quantidade baixa, mas persistente, de 'contaminação biológica' - vírus, bactérias, fungos, etc. E essa vida microscópica tipicamente terráquea pode destruir os esforços para atestar a existência de vida em outros corpos celestes..." Esse assunto foi divulgado com base no trabalho de Raquesh Mogul et al denominado "Metabolism and biodegradation of spacecraft cleaning reagents by strains of spacecraft-associated Acinetobacter" (em tradução livre: "Metabolismo e biodegradação de reagentes de limpeza por cepas de Acinetobacter associadas a espaçonaves" - Astrobiology online de 19-04-2018). Esse estudo pode ser lido no site "Phys.org" como "Team discover how microbes survive clean rooms and contamine spacecraft" (02-06-2018 - em tradução livre "Equipe descobre como micróbios sobrevivem em salas limpas e contaminam espaçonaves"). Nessa divulgação de pesquisa destaquemos o item "Aprender fazendo", que é um método de ensino indicado por Amigos Espirituais como o Aniceto em "Os Mensageiros" (FEB), de André Luiz! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (00:04)!!!

    ResponderExcluir
  8. Olá meus amigos

    "...a matéria mais densa não é senão o conjunto das vidas inferiores incontáveis, em processo de aprimoramento, crescimento e libertação".

    Esse texto nos leva a pensar numa questão abordada pelos espíritos amigos Inácio e Irmão José . Peço desculpas por não poder citar a obra .
    Estou me policiando para marcar os trechos que considero mais relevantes , e assim poder citar a obra , cap. , etc. Porém acredito que os leitores das obras do Baccelli poderão ajudar nesse sentido .

    É a questão dos elementos gerais do universo. ESPIRITO E MATÉRIA .
    Quando estudamos mais a fundo essa questão a Matéria vai desaparecendo . Isso sempre me incomodou .
    Aí , se não me engano , o Dr Inácio diz que a "MATERIA SE ESPIRITUALIZA".
    E também , se não me engano , Irmão José diz "TUDO É ESPIRITO".

    O LIVRO "Evolução em Dois Mundos" principalmente nos CAPs de 2 a 5 me ajudou bastante .
    Acredito que entendo , de forma relativa ,e claro esse assunto , mas, gostaria de mais subsídio , se possível , para entender melhor . É que é difícil tratar de assuntos que aparentam contradizer a Codificação. Se os amigos puderem ajudar com comentários ou obras seria muito bom . Também estendo esse pedido aos Dr Inácio e Baccelli caso considerem oportuno . A gente pede né ! Vai que cola.

    Obrigado e Fiquem com Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cadichon Pirilampo14 de junho de 2018 17:31

      Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Gerson Cecatto (13-06-2018 17:11). Nas suas observações, o nobre irmão selecionou um conceito de matéria expresso pelo Ministro Flacus em "Libertação" (FEB), capítulo 1 - Ouvindo elucidações. Mais adiante dessa ideia mencionada por você, ler-se-á "...A matéria, congregando milhões de vidas embrionárias, é também a condensação da energia, atendendo aos imperativos do 'eu' que lhe preside a destinação..." ("Libertação", cap. 1). Comparece-se "...congregando milhões de vidas embrionárias..." com "...a matéria mais densa...é...o conjunto das vidas inferiores incontáveis, em processo de aprimoramento, crescimento e libertação..." Nesse contexto, também perceber-se-á que "...a matéria mais densa..." é "...a condensação da energia..." Entenda-se que condensação pode ser compreendida como concentração, conforme Pietro Ubaldi (1886-1972) orienta em "A Grande Síntese", capítulo XIII - Nascimento e morte da matéria, concentração dinámica e desagregação atõmica. Essa noção está simbolizada na famosa equação "E= m.c2" [Energia é a massa (matéria) multiplicada pela velocidade da luz ao quadrado, ou, em outras palavras, a energia concentra-se (condensa-se) em matéria]! Essa equação foi desenvolvida por Albert Einstein (1879-1955) em suas pesquisas sobre a Teoria da Relatividade Restrita (ou Especial) e que é um dos pilares da Física Moderna juntamente com a Mecânica Quântica! Se nós lermos bem o capítulo XIV - Os Fluidos - de "A Gênese, os Milagres e as Predições segundo o Espiritismo", então compreenderemos esses conceitos no sentido espiritual! Tudo isso é um trabalho metódico a se realizar por cada um de nós em nossas navegações sobre os livros básicos do Espiritismo (ou Doutrina Espírita)! Bem, no momento, não nos alonguemos demasiadamente! Perdoe-nos se não formos claros! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (21:14)!!!

      Excluir
    2. Cadichon Pirilampo14 de junho de 2018 18:26

      Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Gerson Cecatto (13-06-2018 17:11). Você psicografou "...É a questão dos elementos gerais do universo. ESPÍRITO E MATÉRIA..." Esses elementos gerais do Universo é explicado, genérica e inicialmente, na pergunta 27 de "O Livro dos Espíritos" (OLE). Sugerimos retornar ao texto desse livro básico e procure separar os conceitos expressos pelos Orientadores Espirituais, procurando meditar neles! O assunto "Espírito e matéria" está também nas obras "No Interior da Terra" (LEEPP, 1ª edição, jul 2006, capítulo 39), de Paulino Garcia; "Carma e Evolução" (LEEPP, 1ª edição, abr 2008, capítulo 4), de Irmão José; "Senhor, que eu possa ver" (LEEPP, 1ª edição, jun 2016, capítulo 20), de Irmão José; "O Pensamento Vivo do Dr. Inácio" (Didier, 1ª edição, ar 2012, mensagem "Espírito e matéria", de 12-01-2010 05h38), de Inácio Ferreira (IF) e "Um Mundo Espiritual chamado Terra" (LEEPP, 1ª edição, abr 2016, capítulo 23), de IF. Neste último, sinalizamos a primeira resposta do IF que, se não estivermos enganados, sintoniza-se com o que escrevemos na nossa resposta anterior. Nela, mais adiante, você lerá "...Então, o espírito, (...), emerge da matéria, é parte da matéria que se intelectualiza..." Parece-nos que dizer "...MATÉRIA SE ESPIRITUALIZA" é a mesma noção que "...matéria que se intelectualiza...". Pegue o Google espiritual denominado "OLE", questão 25!!! Não deixe de ler "O Livro dos Médiuns", item 74 e "Mecanismos da Mediunidade" (FEB), de André Luiz!!! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (22:25)!!!

      Excluir
    3. Cadichon Pirilampo15 de junho de 2018 05:00

      Bom dia, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Gerson Cecatto (13-06-2018 17:11). Nos seus arrazoados de Aquém, você psicografou: "...É a questão...Quando estudamos mais a fundo essa questão a Matéria vai desaparecendo. Isto sempre me incomodou..." Mais adiante, você escreveu: "...O Livro 'Evolução em Dois Mundos' principalmente nos CAPs 2 a 5 me ajudou muito..." Não se incomode com essa ideia de que "...Matéria vai desaparecendo..."! Ela é instigante para muitos de nós apegados ao ponto de referência material como única realidade do Universo. Bem, prossigamos. No seu contexto, você esqueceu de mencionar o capítulo 1 - Fluido Cósmico - da Primeira Parte de "Evolução em dois Mundos" (FEB), de André Luiz. Nele se lê, estuda e medita as noções (subtemas, conceitos, ideias, abordagem, etc.) de Plasma divino, Co-criação em plano maior, Impérios estelares, Nossa galáxia, Forças atômicas, luz e calor e Co-criação em plano menor. Nos dois parágrafos finais deste último, ler-se-á "...Cabe-nos assinalar, desse modo, que, na essência, toda a matéria é energia tornada visível e que toda a energia, originariamente, é força divina de que nos apropriamos para interpor os nossos propósitos da Criação, cujas leis nos conservam e prestigiam o bem praticado, (...) e "(...) Compete-nos, pois, anotar que o fluido cósmico ou plasma divino é a força que todos vivemos nos ângulos variados da Natureza, (...)" Destaquemos bem a frase "...toda a matéria é energia tornada visível...". Se a energia se tornou visível (ponderável, observável, objetiva, etc.), então ela estava invisível, "desaparecida", imponderável, subjetiva, livre em algum "lugar" do Universo! Tornar visível também pode ser compreendido como ressurgir, reencarnar, etc, constituir um novo envoltório, corpo, veículo de manifestação concreta no lado (dimensão) visível ou invisível de um Planeta Espiritual do Universo! Parece-nos que o primeiro parágrafo de "Co-criação em plano menor" relaciona-se com "O Evangelho segundo o Espiritismo", capítulo III - "Há muitas moradas na Casa de Meu Pai", itens 1 e 2 - Diferentes estados da alma na erraticidade [Mundo ou Planeta Espiritual]. Como você interpreta os seus questionamentos? Não precisa responder-nos! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo!!! (08:59)!!!

      Excluir
  9. Dr. Inácio, após perder 2 textos ontem, volto à carga na esperança de que este possa seguir seu destino.
    De fato, quão longos deverão ser os caminhos da evolução, que, nesta nossa etapa da vida, não passam de uma abstração, pela complexidade que encerram para nós, seres pensantes de apenas 40 mil anos. Difícil entender os desígnios de Deus, mas também não nos precipitemos a contestá-los, porque as consequências são fáceis de prever, tendo em conta as experiências pelas quais temos vindo a passar ao longo dos séculos. Melhor nem pensar...
    É da Lei de Amor que os maiores acudam aos pequeninos. Nessa lógica superior, já fomos acudidos no passado, o somos no presente e o seremos no futuro, até que, ao avistarmos Deus ao longe, sejamos capazes de caminhar ao encontro dos Seus braços com segurança. Muito grata como sempre. Abraço carinhoso à equipa. Noémia

    ResponderExcluir