segunda-feira, 30 de julho de 2018


X – REFLEXÕES SOBRE O LIVRO “LIBERTAÇÃO” – ANDRÉ LUIZ/CHICO XAVIER

Terminada a alocução do Ministro Flácus, André, no segundo capítulo de “Libertação”, esclarece que o Instrutor Gúbio, entrara em conversação com ele e Elói, esmiuçando informações em torno da “arregimentação inteligente dos espíritos perversos”, que insistem em manter os encarnados cativos da ignorância espiritual.
Gúbio, sem rodeios, diz que tais espíritos organizam “verdadeiras cidades, em que se refugiam falanges compactas de almas que fogem, envergonhadas de si mesmos...” E acrescenta que “tais colônias perturbadoras devem ter começado com as primeiras inteligências terrestres entregues à insubmissão e à indisciplina ante os ditames da Paternidade Celestial”.
Notem, pois, os nossos companheiros, que, nos Planos da Erraticidade existem um sem número de cidades, que terminam por constituir estados e países – assim como na Crosta existem países, uns mais adiantados que outros, localizados no chamado “primeiro”, no “segundo”, ou no “terceiro mundo”, a realidade, no Planeta Espiritual é idêntica, também com a existência de países evolvidos uns, e subdesenvolvidos outros. Não obstante, a ação dos espíritos infelizes não se faz sentir, evidentemente, apenas sobre os encarnados, mas também entre si. Nas Dimensões além da Terra, com certeza, ainda subsiste a luta pelo poder e a tentativa de domínio do forte pelo mais fraco.
*
Gúbio, em seu diálogo com os pupilos, afirma que semelhantes entidades “arrebanham-se de conformidade com as tendências inferiores em que se afinam, ao redor da Crosta Terrestre, de cujas emanações e vidas inferiores ainda se nutrem...”. É um processo de vampirização coletiva! E, claro, nesse processo de vampirização coletiva, nos deparamos com o grave problema da fascinação que acomete pequenos, médios e grandes grupos de pessoas, que agem como “intermediários” dessas mentes fora do corpo, que incitam o homem à rebeldia e à guerra, não importando do que tenham que se valer para tanto.
*
O Instrutor ainda elucida: “O objetivo essencial de tais exércitos sombrios é a conservação do primitivismo mental da criatura humana, a fim de que o Planeta permaneça, tanto quanto possível, sob seu jugo tirânico”.
Não olvidemos que “Nosso Lar” que, nos tempos idos, era uma “cidade murada”, com o propósito de se defender de possíveis invasões de hordas das trevas, continua sendo uma cidade que sempre se mantém vigilante em suas fronteiras – como, na Terra, cidades e países procuram vigiar os seus limites geográficos.
O espírito encarnado – esse “estranho ser”, que, a mim, por vezes, mais se assemelha a um molusco vivendo num corpo humano – ainda se contém em considerável grau de selvageria, e, se possível, fosse, cidades, estados e países viveriam invadindo uns aos outros, reclamando a sua posse.
*
Portanto, o Bem, que carece de se defender, não pode, sob pena de escravização, apassivar-se ante a sanha do mal.
*
André Luiz, após escutar Gúbio, escreve no capítulo II, ora em estudo, que, após a desencarnação, embora tivesse permanecido retido em zonas umbralinas, não se deparara com tais organizações inferiores, e, por isto, custava-lhe admitir “que as atividades maléficas gozassem de organismo diretor”. Destaquemos: “organismo diretor” – quer dizer, com organização hierárquica, semelhante à qual, infelizmente, o crime organizado conta na Terra – e não somente através de seus “comandos” encarcerados, mas dos que militam, com outros propósitos, em plena liberdade, até mesmo no campo da política humana.
*
A situação atual do homem, espírito encarnado, é grave e muito séria.
As trevas muito haverão de lutar para não perderem o domínio – embora hoje, parcial – do orbe terrestre. Parcial, porque, com o advento de Jesus Cristo, a luz resplandeceu no coração das sombras, e, assim, teve início o processo de redenção da Humanidade.

INÁCIO FERREIRA

Uberaba – MG, 30 de julho de 2018.
 


8 comentários:

  1. Aécio Emmanuel César30 de julho de 2018 02:35

    Bom dia Dr. Inácio e Baccelli. É... As trevas não descansam mesmo quando o seu objetivo maior é arrebanhar mais espíritos que respiram na sua zona de influenciação. Até quando esse primitivismo em um país que fora escolhido para ser a pátria do Evangelho do Senhor? Espero o mais rápido a mudança de status quo da humanidade quanto a isso. Forte abraço a todos. Aécio Emmanuel César

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Dr. Inácio e Baccelli. É incrível como os espíritos e as pessoas lutam pelo poder na terra! Embora seja um belo planeta, um verdadeiro laboratório, ela não pertence a nenhum de nós. E além disso, diante dos sistemas estelares conhecidos, ela significa apenas um meteorito, um satélite do sol, que por sua vez é um meteorito de outros sistemas. Enfim, quanta bobagem! Quanta perda de tempo! Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Dr. Inácio e Baccelli!!

    Agradeço pelas reflexões!!

    Excelente dia e semana para todos nós!!
    Fiquemos com o BOM DEUS!! \O/

    Carlos A. Gomes

    ResponderExcluir
  4. Bom dia dr Inácio e Baccelli
    Pois é dr Inácio..a maioria de nós espíritos ainda desregrados temos processos ainda não resolvidos na gaveta de nossa consciência...
    Se Deus Nosso Pai fosse tirar tudo de uma vez a gente não suportaria...
    Então...a Misericórdia Dele que é infinita vai tirando aos poucos...e assim vamos caminhando..
    Alguns conseguindo resolver essas pendências e outros não..
    A única luz que consegue penetrar nas trevas de nossa ignorância...trazendo esclarecimento...reflexão...observação...esclarecimento...reflexão...observação...discernimento é a luz Do Cristo...
    É a luz que consegue iluminar nossa consciência e nos impele ao crescimento..
    A coisa mais difícil para o espírito dr Inácio..é trazer Jesus para a prática no dia a dia...
    É naquela hora *H*...lembrar de Jesus..e conseguir vencer alguma tentação seja ela qual for..
    O sr com certeza lembra qdo Ele disse..*onde estiverem 2 ou mais falando em meu nome..Eu lá estarei*...
    Poucos confiam nisso...poucos muitos poucos conseguem fazer um estudo do evangelho..acreditando firmemente que Jesus está presente....
    Fazemos luz dr Inácio..qdo em nosso dia a dia...em nossas experiências diárias ao menos nos esforçamos para conter nossos impulsos inferiores..
    As pessoas falam muito mais de trevas do que de luz...
    Não se acreditam *filhos da luz*..
    Não acreditam ainda..que os ensinos de Jesus...podem clarear a nossa consciência...e nos mostrar o caminho certo..seguro..
    Que tal...começarmos a experimentar ao fazermos o evangelho..a sentir a presença do mestre....cumprindo sua promessa de estar conosco e confiar de que Ele está?
    E principalmente ler com atenção...burilar..auto observar..
    Estamos conseguindo naquele ensino entender o que Jesus ensina?
    Já conseguimos colocar na prática?
    Ou ainda estamos no rol daqueles que ficam mais falando..pensando na parte científica da doutrina...porque fugimos a galope de nossa própria consciência?
    Eu acho dr Inácio..que Jesus se esquivava dos hipócritas..isto é daqueles que se achavam *grandes*..
    Mas..estava sempre perto dos ignorantes...daqueles que desejavam saber..conhecer..
    Por isso dizia..os sãos não precisam de médicos...mas sim os doentes..
    Eu preciso muitoooo de Jesus..
    E o senhor dr Inácio?
    Beijos
    Cris

    ResponderExcluir
  5. Cadichon Pirilampo31 de julho de 2018 14:03

    Boa tarde, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Iniciação espiritual. Lendo, estudando e meditando no conteúdo psicografado por André Luiz (AL) em "Libertação", compreende-se bem o desenvolvimento gradativo dele e de cada um de nós quanto ao assunto da vida real no lado invisível ou "O Outro Lado do Espelho" do Planeta Espiritual chamado Terra. Nesse contexto, Gúbio orienta-nos que "...é lógica e natural...a arregimentação [reunião, formação] inteligente de espíritos perversos...", pois essa lógica e naturalidade é resultante da ideia de que a evolução espiritual não dá saltos e de que Deus não violenta seus filhos ['...irmãos infelizes...'] em suas trajetórias evolutivas nos vários orbes habitados e habitáveis do Universo do Pai Celestial! Nesse contexto, entende-se que muitos de nós ainda estamos "...enleados [envolvidos, enredados] em forças de baixo padrão vibratório..." da matéria e que nos impedem de assimilar "...a beleza da vida superior...", forças (energias) essas que sintonizamos com outros de igual condição evolutiva ou "...gênios da impiedade..." formando comunidades ou cidades próprias a essa sintonia doentia. O texto de AL e de IF convidam-nos a meditar no que estamos neste "Outro lado do Espelho" às avessas, isto é, no lado visível de nossa querida Terra Espiritual! Parabenizamos o nobre Amigo Espiritual pela explicação fornecida para nós, seres espirituais em evolução! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (18:03)!!!

    ResponderExcluir
  6. SILVANO/SOROCABA/SP2 de agosto de 2018 05:28

    Olá a Todos, ...“arrebanham-se de conformidade com as tendências inferiores em que se afinam, ao redor da Crosta Terrestre, de cujas emanações e vidas inferiores ainda se nutrem...”... DR Inácio em seu livro "Egos em Conflito" nos explana com somos participes desta situação por ñ liberarmos das nossa mascaras em continuar dando passos em falso. Que o Senhor tenha piedade de Nós. SOROCABA/SP.

    ResponderExcluir
  7. Dr. Inácio, incríveis as revelações de André Luiz, na tentativa de nos acordar para uma realidade que teimamos em não querer entender. "... falanges compactas de almas que fogem, envergonhadas, de si mesmas..." Como se fosse possível fugirmos de nós mesmos, uma vez que o nada não existe. Havemos de existir sempre, aqui, acoli ou acolá. Melhor entrar de vez para a escola mais luminosa que Jesus nos legou que é o Seu Evangelho, libertador de almas insubmissas às Leis de Deus. Muito grata. Abraço carinhoso à equipa. Noémia

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde!!, Na paz!!, tá tudo certo!!. Ainda com relação ao "episodio" ( insisto), sobre Lamayner/Divaldo. Peço permissão aos irmãos para republicar um artigo recebido, fiquem calmos,não irei , pormenorizar, apenas deixarei para avaliação/medicação/estudo, etc... : "Divaldo Pereira Franco foi indicado pelo Ministro do TST, Luiz Fhillipe Vieira de Melo Filho, para receber a Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, no grau de comendador.
    A Ordem do Mérito do Trabalho destina-se a agraciar personalidades civis e militares, nacionais e estrangeiras, que tenham se distinguido no exercício de suas profissões e se constituído em exemplo para a coletividade, bem como, de qualquer modo, hajam contribuído para o engrandecimento do país, internamente ou no exterior, da Justiça do Trabalho ou de qualquer ramo do Poder Judiciário, do Ministério Público ou da advocacia.
    A solenidade ocorrerá no dia 14 de agosto de 2018, às 17 horas, na área externa do TST - SAF Sul, Quadra 8, Lote 1, Bloco B, Brasília - DF.". Deus!!! no comando!!!, nos ajude Oh!!! Pai!!!

    ResponderExcluir