segunda-feira, 22 de abril de 2019


XLIV – REFLEXÕES SOBRE O LIVRO “LIBERTAÇÃO” – ANDRÉ LUIZ/CHICO XAVIER

No capítulo ora em análise, Gregório prossegue em seu debate com Gúbio, tentando justificar a sua equivocada postura como necessária:
- Os filhos do Cordeiro poderão ajudar e resgatar a muitos. No entanto, milhões de criaturas, como sucede a mim mesmo, não pedem auxílio nem liberação. Afirma-se que não passamos de transviados morais. Seja. Seremos, então, criminosos, vigiando-nos uns aos outros.
A argumentação de Gregório pertence a um espírito astuto, e, semelhante a ele, e ainda em nível intelectual mais alto, existem muitos no Universo – espíritos que anseiam por tomar a justiça em suas mãos, alegando que os maus carecem de quem os punam sem complacência.
- Se é nosso destino joeirar o trigo do mundo, nossa peneira não se fará complacente.
Quando tem oportunidade de falar, Gúbio considera, com humildade:
- Grande sacerdote, eu sei que o Senhor Supremo nos aproveita em sua obra divina, segundo as nossas tendências e possibilidades de satisfazer-lhe os desígnios. (...) Respeito, assim, o teu poder, porque se a Sabedoria Celeste conhece a existência das folhas tenras das árvores, sabe também a razão de teu extenso domínio...
Que espírito será Gúbio que, anonimamente, desce às Trevas, para opor-se, em seu próprio terreno, a um de seus maiores líderes?!
Que cena maravilhosa de ver-se na tela cinematográfica, caso Hollywood pudesse reproduzi-la em todos os seus detalhes, tão bem retratados por André Luiz!
A impressão que nos fica é quase a mesma do Cristo diante de Pôncio Pilatos, ou de Paulo perante Agripa.
Agripa, magnetizado pela palavra do Campeão do Evangelho, escuta o rei a lhe dizer: “Por pouco me persuades a me fazer cristão”.
Gregório, envolvido pelas inspiradas palavra de Gúbio, sentencia: - Como pude escutar-te, calado, tanto tempo? (...) Os Dragões são os gênios conservadores do mundo físico e se esmeram em preservar a aglutinação dos elementos planetários.
Gúbio, com simplicidade, tornou a considerar:
- Ouso lembrar, todavia, que, se nos lançássemos todos a socorrer os miseráveis, a miséria se extinguiria; se educássemos os ignorantes, a treva não teria razão de ser; se amparássemos os delinquentes, oferecendo-lhes estímulos à luta regenerativa, o crime seria varrido da face da Terra.
Neste instante, praticamente vencido pelos lógicos argumentos de Gúbio, Gregório, fazendo vibrar uma campainha, gritou colérico:
- Cala-te! Insolente! Sabes que te posso punir!...
Impressionante a resposta de Gúbio:
- Sim (...), suponho conhecer a extensão de tuas possibilidades. Eu e meus companheiros, à leve ordem de tua boca, podemos receber prisão e tortura...
E aqui estacamos, a fim de indagar de nossos irmãos e irmãs internautas:
- Que tipo de prisão e tortura, Gúbio, André e Elói poderiam sofrer?! Não estavam eles em seu corpo espiritual?! Não permaneciam ali, naquela região trevosa, à feição de “agêneres”?! (Vide “Revista Espírita”, Fevereiro de 1859, e, igualmente, “Por Amor ao Ideal”, de Inácio Ferreira – indicamos ainda aos nossos leitores o livro “O Rosário de Coral”, de Dr. A. Wylm, este último editado pela FEB)
- Afinal, um espírito materializado, ou em estado de desdobramento, pode ser ferido?! Pode ser preso?! Torturado?!...
A discussão está lançada.

INÁCIO FERREIRA

Uberaba – MG, 22 de abril de 2019.






20 comentários:

  1. Aécio Emmanuel César22 de abril de 2019 03:44

    Bom dia Dr. Inácio e Baccelli. Sim. O perispírito pode, sim, ser ferido, pois que é ainda semi-material estando sujeito às leis que regem à matéria tanto física quanto semi-material. E vale lembrar aqui que ele também é moldável. E é tanto, vale lembrar da transformação da mulher em loba. Ótimo ensinamento dessa semana. Mais um, claro. Forte abraço aos dois. Aécio Emmanuel César.

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia Dr. Inácio e Baccelli. Será que os Dragões serão expurgados ao final da transição planetária? Acredito que o corpo espiritual pode sim sofrer, adoecer e morrer, no livro AGLON E OS ESPÍRITOS DO MAR, há um momento no qual ANDRÉ LUIZ fica detido nas prisões marinhas até poder ser libertado, pois ele havia contraído dívidas com o mar em outras existências. Por que será que muitos não querem acreditar nessas realidades, preferindo acreditar que seremos uma fumaça ou anjinhos de luz? Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cadichon Pirilampo22 de abril de 2019 17:30

      Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Pascale (22-04-2019 03:56). Permita-nos contribuir com a sua participação. Realmente, na obra "Aglon e o Espíritos do Mar" (Edifrater, 1987), de Aglon e Júlio Verne pelo médium Rafael Américo Ranieri (1919-1989), encontramos referências a prisões no fundo do mar! Portanto, se ainda existe gente (espíritos, almas, mentes, etc.) que não acredita, então essa gente aguardarão o amadurecimento mental necessário para compreender esses assuntos transcendentes! Parabéns! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (21:32)!!!

      Excluir
    2. Cadichon Pirilampo23 de abril de 2019 16:13

      Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Pascale (22-04-2019 03:56). Solicitamos a gentileza de corrigir nosso trecho: onde se lê "...essa gente aguardarão o....", leia-se "...essa gente aguardará o...". Aproveitamos a oportunidade para listar os pontos principais da obra "Aglon e os Espíritos do Mar": - Primeira Parte: - Aglon e os Espíritos do Mar; - Ao Leitor; - observação interessante - Aglon surge - Mergulho às profundezas - Princípio espiritual - Espíritos do Mar - Peixes fosforescentes - Netuno, o Homem-peixe - O Capitão do Navio - Navio-prisão - Espíritos prisioneiros - Submarino-escolta - Prisão no Mar - Lei dos Tribunais Punição mental - Deus é Pai e Mãe - Os Netunos - Alta hierarquia no mas - Quando se adquire conhecimento - O vício das consciências humanas - Desintegração da mente - A meditação profunda de Aglon - Outros Espíritos nos barcos - Plantas aquáticas - Materialização do pensamento - O Castelo da Administração Geral - A Segunda Morte - A Linguagem dos Espíritos do Mar - Espíritos-Oficiais da Marinha - Netuno Geral, o Administrador do Mar - Preso na Pesquisa Laboratorial [onde André Luiz esteve prisioneiro] - Socorro de Aglon - Estranha figura quase peixe - Semelhantes a peixe, criaturas hibernando - Espíritos com forma de peixe - Dívidas para com o Mar [tema em que se revela a dívida de André Luiz] - O Infinito mede a Eternidade - Egoísmo - doença da alma - Descobrir e redescobrir - Sono restaurador - Seres como Estátuas de Mármore - Luta entre piratas - Transformação íntima - Desejo de matar - Sonhos - Freud e Einstein - Hipnotismo coletivo - Viajar a si mesmo - Monstros Espirituais - Num belo transatlântico - Nas Trevas ou na Luz - Tudo vem a seu tempo - Espíritos diáfonos - Ensino no fundo do mar - Inteligência, Amor, Bondade, Compreensão - Espíritos mais adiantados - Amor em movimento - Pensamentos em voo -. Depois, segue Parte II. Convidamos os irmãos a lê-la! Perdoe-nos a extensão do texto digitado! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (20:14)!!!

      Excluir
  3. Bom dia a todos, li há algum tempo, (não me lembro onde nem o autor), que depois da queda de Gregório, Tamerlão (1336/1405) assumiu o poder e sua primeira mudança no comando foi direcionar o foco dos ataques aos encarnados, que passou a ser o SEXO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cadichon Pirilampo22 de abril de 2019 16:54

      Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Cirineu (22-04-2019 05:25). Permita-nos auxiliá-lo lembrando a questão de Tamerlão. É o capítulo XXVII - No Reino de Tamerlão - da obra "Sexo no Além" (Edifrater, 1ª edição, 1988), de André Luiz pelo médium Rafael Américo Ranieri (1919-1989). Segundo alguns irmãos estudiosos, esse André Luiz não é o mesmo que se manifestava por Francisco Cândido Xavier, até prova em contrário! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (20:56)!!!

      Excluir
  4. Bom dia a todos!!!

    Sim, nós mesmos somos espíritos materializados e, por extensão, todos os espíritos- em qualquer faixa vibracional que se encontrem estão nela materializados.

    É simples: experimente, você,como espirito materializado, xingar a nobre e impoluta mãe do Delegado! Vai preso sim! Se não o espírito, pelo menos a matéria. Em qualquer faixa vibracional onde existam espíritos, mães e delegados.

    Já dizia a canção: você me prende vivo, eu escapo morto. Quanto à tortura, vai depender do Delegado.

    ResponderExcluir
  5. Dr. Inácio, o Sr. sabe como fazer uma boa provocação, ave-Maria!... Busquei na memória as centenas de livros que li com a fome de todos os leões e... não encontrei a resposta. É uma chibatada na minha arrogância e falta de humildade, um constrangimento, confesso. Sempre vejo o quão pouco ou nada sei, outro constrangimento.

    O Sr. pergunta: "Afinal, um espírito materializado, ou em estado de desdobramento, pode ser ferido?! Pode ser preso?! Torturado?!..."

    Segundo o que já li nos vários livros psicografados, sim, pode ser torturado, pode ser preso e até ferido mas... se o nível ou frequência do espírito for baixo o suficiente que não possa se defender, não possa estar acima desses tentames negativos.
    O que surpreende, também a mim, é essa resposta, dada por Gúbio: "Sim (...), suponho conhecer a extensão de tuas possibilidades. Eu e meus companheiros, à leve ordem de tua boca, podemos receber prisão e tortura...". Quer dizer que, Ele, Gúbio, estava sujeito a uma captura? Não consigo acreditar mas, não tenho certeza. Supondo que Gúbio e os amigos teriam uma proteção externa mas, no caso de estarem sozinhos, eu pergunto: Gúbio seria sequestrado e torturado e ferido? Suponho que a resposta Dele, Gúbio, foi uma resposta humilde para acalmar o dragão, afinal, enfrentá-lo seria contraproducente ao intento que é trazer o oponente para o lado da harmonia, do bem.

    Grato por me fazer pensar.

    ResponderExcluir
  6. Acredito que Gúbio e seus companheiros poderiam ser feridos devido à materialidade dos perispíritos assimilada, mas poderiam também se tornar invisíveis e não serem atingidos. Aproveito para agradecer a Cadichon e Dom Tamer pela interação fraterna. Muito grata a ambos e recebam meu abraço fraterno. Dr. Inácio, muito grata como sempre. Abraço carinhoso à equipa. Noemia

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde Dr Inácio e Baccelli
    Eu sempre achei dr Inácio...que prisão verdadeira é a da consciência
    Nela estão escritas as leis De Deus...
    A maioria de nós é presidiário ainda..
    Até limpar nossas consciências...aiaiai...ais
    Fica difícil analisar a situação de Gubio...
    Eu temeria...hahahaha
    Agora sabe dr Inácio...a belíssima parábola do semeador?
    A mais bela parábola de Jesus..
    Entendo que Gubio não se esquivou de jogar a semente..
    Aquele que semeia com boa vontade e boas intenções...sabe que ela um dia vai brotar..
    O Semeador...semeia..joga..nas pedras..no sol..nos espinhos..na Boa terra..e sabe..e tem certeza que um dia a semente vai dar frutos..
    Ele não pergunta se quer...se não quer...ele semeia..
    Acho que o Gubio entendeu isso..
    E nós temos que entender também..
    Assim fez Jesus...
    Assim faz Jesus até hoje...
    Beijos
    Cris

    ResponderExcluir
  8. Cadichon Pirilampo22 de abril de 2019 17:09

    Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Destacamos o trecho final da mensagem semanal de Inácio Ferreira "...- Afinal, um espírito materializado, ou em estado de desdobramento, pode ser ferido?! Pode ser preso?! Torturado?!..." Uma possível pista pode ser encontrada no livro "Um Mundo Espiritual chamado Terra" (LEEPP, 1ª edição, abril 2016), de Inácio Ferreira, páginas 153 a 155, em diálogo mental com o médium! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (21:10)!!!

    ResponderExcluir
  9. Cadichon Pirilampo22 de abril de 2019 17:59

    Boa noite, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Linguagem dos botos do Rio Araguaia. A internauta Pascale mencionou o livro "Aglon e os Espíritos do Mar" (Edifrater, 1987), de André Luiz e Júlio Verne pelo médium Rafael Américo Ranieri! Nele, lê-se o tema "linguagem dos Espíritos do Mar"! Dia 20-04-2019, o site "Sputniknews" divulgou a notícia "'Conversa' ente enigmáticos botos do Brasil é registrada em VÍDEO" (20-04-2019 12:26 - Sociedade - Ciência e Tecnologia). No início da notícia lê-se "Os pesquisadores conseguiram fixar em vídeo como os botos do rio Araguaia (Inia araguaiensis) interagem entre si, e descobriram que eles 'falam' mais do que se pensava." Essa pesquisa foi publicada no site "EurekAlert" como "Mysterious river dolphin helps crack the code of marine mammal communication" (em tradução livre: "Golfinho de rio misterioso auxilia a decifrar o código de comunicação dos mamíferos marinhos" - 19-04-2019 - www.eurekalert.org). No sua obra "Um Mundo Espiritual chamado Terra" (LEEPP, 1ª edição, abr 2016), Inácio Ferreira responde à algumas perguntas mentais do médium sobre o tema 27 - A linguagem dos Espíritos! Não nos esqueçamos de que devemos quebrar a cabeça também! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (22:01)!!!

    ResponderExcluir
  10. SILVANO/SOROCABA/SP23 de abril de 2019 05:05

    Olá a Todos, ...."Chico Xavier conta que, uma noite,"sentiu o olho esquerdo invadido por fragmentos de areia". Esfregou-o "mas a coceira continuou. Tentou fixar a lâmpada com a pupila incomodada, mas em vez da luz acesa viu um foco difuso. Mal conseguia enxergar os versos récem-escritos". Assustado recorreu, como sempre fazia, à oração. Apareceu-lhe o "dr. Bezerra de Menezes", que pouco depois informou: "Sua vista amoleceu por razões que não podemos saber agora. Prepare-se para ir a tratamento em Belo Horizonte, para que sua família não diga que você ficou sem se tratar por nossa causa". Dois dias depois, soube do diagnóstico oficial: "Isso é um tipo de catarata [...] inoperável" (idem). Chico Xavier tinha então apenas 21 anos." Nós todos estamos sujeitos a sofre estes ataques, sim podemos ser atingidos tanto no físico como no Espiritual chegando ao Fisico. att Silvano/Sorocaba/SP.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia! Na paz!! Tá tudo certo !! Se esse "retardado" aqui, tivesse respondido a Provocação de Inácio no supetão: Teria , sem pestanejar , dito que :NÃO! Dai, a importância e prudência de ouvir (ler) primeiro antes de sapecar a língua , fazendo-a mais ágil que o cérebro! Hahaha
    Diante das várias "pitacadas", carece uma melhor reflexivas. Ainda , não estou convencido em modificar (no todo ) minha resposta , mas, aceito controversas !! A do irmão internauta Schico! Uma obra prima na linha dos "discípulos " de Inácio. Hahaha
    Vejamos : minha dúvida ficou , ao Inácio colocar duas situações : "...espírito , materializado , ou , em estado de desdobramento...". Bom, materializado , faz sentido ex: Jesus materializado na terra..., em desdobramento, fica a dúvida , ...??? Mesmo sendo o perispírito "matéria" , sabe-se que , por exemplo , em desdobramentos pelo sono , o espírito ao ser ameaçado, regressa de imediato!! ..., posso estar escrevendo besteira ,..., mas....???!!! Temos também as elucidações obra "Nosso Lar" e outras , onde espíritos grosseiros são atingidos e limitados, enquanto , os mais polidos são de certa forma , " isentos " de agressões vindas por parte espíritos grosseiros !!???..... continuo assim, com o meu " não " , mas, .... permita-me Cadin-Piri, " não descarto possibilidade de estar enganado" hahaha....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia a todos!!!

      Prezado Dom Tamer, obrigado pela referência, mas foi exatamente o que senti e escrevi. Aí já tinha dado o Enter e foi...

      A questão do desdobramento também me chamou a atenção. Parece mais um aviso pra não nos acharmos mais do que o pouquinho que somos.

      Esta missão de Gúbio foi planejada e estudada durante centenas de anos e ele tinha, certamente, todas as condições para exerce-la. André e Elói também tinham uma importante participação.

      Para 1949 a participação de André e Elói foi feita através de livro. Hoje já poderia ser um documentário multidimensional para estudarmos em casa. Sempre "enxergo" Emmanuel, Chico, André, Dr. Inácio, como uma espécie de repórteres transmitindo conhecimento e evolução para os que delas precisam (nós). Obrigado!!!

      Excluir
    2. Bom dia ! Na paz! Tá tudo certo! Schico!!! Não me referi sua "pitacada " , como sendo ansiosa não ! Muito pelo contrário , a achei uma obra prima mesmo !! Haha. Igualmente aos demais , as "pitacadas" são sempre , prudentes . Mesmo porque, é justamente no escrevi e enviei , que estão nossas essências ! Editar texto, tira um pouco delas. O meu caso , é que é diferente ! Penso , falo , escrevo .., muita bobagem ! Dai a necessidade de ouvir primeiro ! Hahaha. Vamos nessa...

      Excluir
  12. Ah! Inácio ! Ia me esquecendo : seu desejo , já foi, em parte, atendido ( as cenas em telas de hollywood) : A produção de Senhor dos Anéis, por intermédio do bolseiro Hobert, nos proporcionam bastante similaridade com as "aventuras " de Andre Luiz ! Gubio já se fez representado nas telas cinematográficas!! E com riquezas de detalhes , não na excelência, ainda!
    Outro detalhe : quando refiro-me ao termo "PITACOS " , entendo que, tudo , exatamente tudo , seja pitaco , uma vez que, disseram os espíritos na codificação : "... nem nós sabemos de tudo ...". Etc....

    ResponderExcluir
  13. Bom dia a todos, aqui vai o meu pitaco, em dos livros de Ivonne Amaral Pereira, Recordações da Mediunidade ou Devassando o Invisível ela estando em desdobramento passa pela situação de ter o braço quebrado. Seu Mentor porém o "colou" e explicou para ela que caso ele não o "colasse" uma simples queda durante a vigília seria suficiente para quebrar o braço físico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cadichon Pirilampo29 de abril de 2019 13:07

      Boa tarde, Amigos Espirituais visíveis e invisíveis! Amor, Luz e Paz! Cirineu (26-04-2019 03:50). O livro onde se encontra a sua descrição é "Devassando o Invisível" (FEB), de Yvonne do Amaral Pereira (1900-1984), capítulo X - Os grandes segredos do Além! Boa observação de sua parte! Um abraço fraternal! Cadichon Pirilampo (17:09)!!!

      Excluir
  14. Saudações aos Nossos Queridos Doutores Baccelli/Ferreira e Toda Equipe

    Paz !

    Independente de livros e de todas as referências na literatura existentes, irei relatar fato particular, caso específico, quanto ao descrito e a pergunta feita que segue:

    “Afinal, um espírito materializado, ou em estado de desdobramento, pode ser ferido?! Pode ser preso?! Torturado?!...”

    Já presenciei, quando criança, relato de médium com dons de teletransporte, e médium vidente, o perigo de estarem em tais situações de ajuda e resgate de outro(s) espírito(s) em regiões que eram de difícil acesso e, também, que animais trabalhavam como ajudantes junto ao médium dando cobertura para este.

    Eu, na época, apesar de achar normal os relatos (normal = saber que de fato aquilo tinha acontecido, acreditar, e não achar que era apenas uma “invenção” ou “loucura”), pois eram comum escutar esses relatos.

    Como criança, eu até ficava medo, mas minha curiosidade em saber e escutar era bem maior !!!

    Sim poderia ter consequências para médium, poderia acontecer, da pessoa não conseguir voltar, e poderia ocorrer a dificuldade de voltar para o corpo, podendo a pessoa (médium) até a falecer... Poderia sim ser presa e sofrer torturas...

    Essa época, os médiuns eram ainda tidos como loucos, poucas pessoas eram esclarecidas sobre o Espiritismo de Allan Kardec, mas o trabalho de Chico Xavier estava a todo vapor !!!

    Que Deus abençoe a todos infinitamente. Que sempre a Luz de Jesus Cristo nos ilumine e o Coração de Mãe Maria nos conforte !

    Um grande abraço
    Beijos de Luz

    Cristiane Sonia Arroyo
    Ribeirão Preto -SP


    ResponderExcluir