domingo, 3 de julho de 2022

São Muitos

 

São muitos os espíritos que, quando desencarnam, não conseguem adaptar-se à sua nova condição de vida, no Planeta Espiritual...

Alguns não logram se afastar da Terra o suficiente...

Outros não se afastam da cidade que habitavam e que nela insistem em continuar habitando...

Muitos outros sequer se afastam da casa que residiam, ou de seu quarto...

Um sem número deles apenas se afasta do corpo que ocupava quando ele entra em decomposição...

Em consequência, para centenas, ou milhares, de espíritos, a reencarnação acontece com maior rapidez...

Em pouco tempo, meses ou anos, voltam a reencarnar no seio da própria família consanguínea...

Para tais, o Mundo Espiritual é como se não existisse, pois que a Terra é o seu maior ponto de referência para o que compreendem seja a Vida...

Desencarnam, deixam o corpo pesado, mas não desencarnam o pensamento...

Não conseguem vencer o peso da gravidade que detém os seus corpos espirituais quase nas vizinhanças do orbe terrestre...

Alguns, por vezes, se beneficiam nas sessões mediúnicas, às quais são conduzidos por espíritos que os auxiliam...

Afirmam não terem consciência de sua própria desencarnação...

Acreditam-se vivendo ainda entre os encarnados...

Contestam os irmãos que com eles procuram dialogar, na tarefa do esclarecimento...

Voltam, repetidas vezes, até que, um dia, maior lucidez quanto ao seu desenlace os favorece e, então, se afastam...

Integram-se à Dimensão mais próxima, que é como se formasse parede-meia com a Terra...

Estes demoram-se mais tempo deste Outro Lado...

Todavia, quanto mais próximo o desencarnado se mantiver do planeta terrestre, mais depressa acontece a sua reencarnação...

Sem programação alguma...

Sem escolhas...

Reencarnam por ação mecânica da Lei...

Por esse motivo é que, com certa facilidade, se percebe em um recém-nascido ou em uma criança um pouco mais crescida os traços, físicos e psicológicos, de um familiar, ou de um amigo, que partiu...

E, não raro, o espírito, em tais condições, reencarna no corpo que se lhe oportuniza, ou seja, “mergulha” no ventre materno, sem exata consciência de que ressurgirá na condição de homem ou mulher...

Dentro desse contexto, ainda carecemos de levar em conta os que, infelizmente, desencarnam dormindo, e, deste Outro Lado, dormindo permanecem, e dormindo tornam a acordar no berço em que renascem, para, outra vez, prosseguirem dormindo por mais uma encarnação, ou duas...

 

INÁCIO FERREIRA

 

Uberaba – MG, 3 de Julho de 2022.

 

 

 

 

 

 

domingo, 26 de junho de 2022

Assuntos Temíveis...

Para o Blog

 

Percebemos que, durante a existência deste Blog, certos assuntos aqui tratados se revelaram temíveis para alguns que, infelizmente, ao contestá-los, sequer tiveram coragem de se identificar...

Estão no direito deles em continuarem no anonimato, embora, desde que respeitosamente, nada vejamos de errado em sua discordância – “toda unanimidade é burra”, já teria escrito Nelson Rodrigues.

Contudo, para simplesmente reafirmar a nossa opinião, à qual, evidentemente, também temos o direito de externar, listaremos abaixo, de maneira resumida, os temas que, de fato, mais têm incomodado alguns de nossos confrades, que a eles, por vezes, respondem de maneira agressiva.

 

1 – Chico Xavier foi a Reencarnação de Allan Kardec.

2 – Reencarnação no Mundo Espiritual.

3 – Elitismo Espírita.

4 – Congressos Espíritas Pagos.

5 – Plágios Mediúnicos.

6 – Humanidade dos Espíritos.

7 – Movimento Espírita Politizado.

8 – Adulteração nas Obras Mediúnicas de Chico Xavier.

9 – Perseguição a Médiuns não federados.

 

E, finalmente:

 

10 – Comunismo, travestido de Socialismo, através da chamada “esquerda”, querendo voltar ao poder no Brasil.

 

Lamentamos se tais assuntos, e outros, que não listaremos agora, vêm incomodando alguns de nossos irmãos e irmãs de Ideal, todavia, por necessário, desejamos, uma vez mais, ressaltar a independência deste Blog, que, felizmente, não tem outro compromisso que não seja com a Doutrina Espírita.

Outrossim, enfatizamos que, desde que de maneira respeitosa, todos têm o direito de externar neste espaço a sua opinião – de maneira respeitosa, pois, caso contrário, por falta da lata de lixo tradicional, ela será simplesmente deletada, como, aliás, tem sido pelos seus organizadores, com o consentimento meu e do médium.

Sem mais para o momento, informamos que, com o aproximar das eleições, continuaremos, semanalmente, quanto possível, defendendo o Brasil desse movimento político rasteiro que vem emporcalhando o mundo, movido pela escusa intenção de impedir que o Brasil venha ser o Coração do Mundo e a Pátria do Evangelho.

 

INÁCIO FERREIRA

 

Uberaba – MG, 26 de Junho de 2022.

 

 

 

segunda-feira, 20 de junho de 2022

A Maioria (*)

 

“Mas, porque eu digo a verdade, não me credes.” – João, cap. 8 – v. 45

 

Infelizmente, a maioria dos homens vive de acordo com as suas conveniências, não se importando com o que não lhe diga respeito.

Faz ouvidos moucos ao que não quer ouvir.

Somente fixa na retina a imagem que lhe interessa destacar.

Não se sensibiliza com a dor que não seja sua.

Faz questão de ignorar o que lhe contraria o comodismo.

Os que não lhe aprovam as atitudes nunca estão com a razão.

Afasta-se dos que podem influenciá-la positivamente.

Condena os que não se pautam pela sua cartilha.

Abjura os adeptos de outros credos.

Com receio de que seja compelida a renunciar às ideias e concepções que defende, sequer se dispõe a examinar a possibilidade de estar enganada.

Recusa-se mesmo a raciocinar em termos diferentes dos quais está habituada a pensar.

E, não raro, se volta com violência contra quem julga lhe constituir ameaça à aparente tranquilidade e domínio.

O Evangelho de João, ao fim do capítulo 8, conta que os judeus ortodoxos, após ouvirem, a contragosto, o que Jesus dizia, “pegaram em pedras para atirarem nele”...

Louve-se, no entanto, a coragem do Senhor que não cedeu às pressões do meio e, assim, não recusou testemunho à Verdade.

Os que atravessam a existência humana sem serem contrariados nos pontos de vista que carecem de ser revistos, dela haverão de sair exatamente na mesma condição em que a ela chegaram.

 

(*) Página extraída do livro “Saúde Mental à Luz do Evangelho”, Inácio Ferreira/Carlos A. Baccelli, edição LEEPP – Uberaba – MG.

 

Uberaba MG, 20 de Junho de 2022.